Foram conquistadas 270 estrelas por 77 cursos das seis Instituições Educacionais Metodistas de Ensino Superior

O Guia do Estudante divulgou na última sexta-feira, 4 de setembro, o resultado da avaliação de cursos superiores realizada pela publicação, que estará na revista GE Profissões Vestibular 2016, que passa a circular nas bancas a partir do dia 9 de outubro de 2015.

Mais uma vez, as Instituições Educacionais Metodistas apresentaram ótimos resultados: ao todo, foram conquistadas 270 estrelas por 77 cursos das seis Instituições de Ensino Superior:

Centro Universitário Metodista IPA – 58 estrelas – 18 cursos estrelados

Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix – 33 estrelas – 10 cursos estrelados

Faculdade Metodista Granbery – 17 estrelas – 5 cursos estrelados

FAMES – Faculdade Metodista de Santa Maria – 9 estrelas – 3 cursos estrelados

Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) – 83 estrelas – 23 cursos estrelados

Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) – 70 estrelas – 18 cursos estrelados

Crescimento
Este resultado representa um grande avanço por parte das Instituições Educacionais Metodistas: em 2014, foram, ao todo, 246 estrelas. Destaque para os cursos Fisioterapia, da Unimep; Publicidade e Propaganda e Rádio, TV e Internet, da Umesp: os três foram conceituados como excelentes, com 5 estrelas.

IPA, Izabela Hendrix, Granbery, FAMES e Unimep subiram no total de estrelas em relação ao ano passado. E UNIMEP, UMESP, IPA, Izabela e Granbery aumentaram o total de cursos com 4 (muito bom) e 5 estrelas (excelente).

Sobre a avaliação
A avaliação de cursos superiores do Guia do Estudante mede a qualidade de mais de 12 mil graduações, elegendo os melhores (na edição GE Profissões 2015, foram estrelados 7,7 mil cursos). A avaliação é uma pesquisa de opinião feita, basicamente, com professores e coordenadores de curso. Eles emitem conceitos que permitem classificar os cursos em bons (três estrelas), muito bons (quatro estrelas) e excelentes (cinco estrelas). Os cursos recebem um questionário, composto de 13 questões. Entre os assuntos tratados estão temas relativos ao corpo docente, produção científica, infraestrutura, inserção dos alunos no mercado de trabalho, internacionalização e atividades de extensão. As respostas são disponibilizadas aos pareceristas para auxiliá-los no processo de avaliação. O Ibobe Inteligência é o instituto responsável pela consultoria técnica na coleta, sistematização e análise de dados.

Critérios
– Para o ranking, o Guia do Estudante avalia cursos de bacharelado (com exceção de Pedagogia, em que são avaliadas somente as licenciaturas; e Educação Física, em que são consideradas prioritariamente as licenciaturas).

– Data de conclusão da primeira turma igual ou inferior a 2013;

– Ser presencial (cursos EAD – Educação a Distância e Tecnólogos não são avaliados).

– Ter turmas (s) em andamento e ser oferecido no próximo processo seletivo.